Apostando com segurança

O mercado de apostas esportivas movimenta mais de US$ 59 bilhões por ano no mundo todo e apenas no Brasil já levantou mais de R$7 bilhões, dados esses do Grand View Research. Sendo assim, esse número apresenta o aumento do engajamento dos brasileiros quando falamos no mercado de apostas, fantasy games, entre outros.

Porém, para que as apostas sejam satisfatórias e não tenham nenhum problema de fraude e golpes, é preciso ter a segurança como aliada e fazer com que ela caminhe lado a lado nesse mundo do entretenimento. 

De acordo com um estudo realizado pela Juniper Research, o gasto das empresas com serviços de detecção de fraude e prevenção vai fechar em até US$ 11,8 bilhões em 2025. Ou seja, esse é um mercado que está cada vez mais em crescimento, e por isso, fazer a validação da identidade dos usuários do ambiente de apostas é fundamental para evitar fraudes. 

Saiba mais informações sobre como apostar com segurança e quais são os principais tópicos para identificar se está correndo risco de entrar em um vício e perder dinheiro. Veja abaixo!

Como funciona a regulamentação de apostas no Brasil?

A regulamentação do setor é fundamental para evitar que aconteçam os golpes, por isso, o Brasil legalizou as apostas a partir da Lei nº 13.756/2018 em que exige uma quota fixa como modalidade lotérica. 

Porém, já existe uma proposta de lei em tramitação no congresso que legaliza os jogos de apostas em todas as vertentes, sendo elas: fantasy games, jogos de azar, jogo do bicho etc. E é importante saber que esse será um avanço que vai trazer regras e um órgão fiscalizador.

Confira algumas dicas para manter a segurança nas apostas

Para que você mantenha-se dentro dos limites estabelecidos e esteja por dentro de uma aposta saudável e sem nenhum risco de fraude ou de vício, veja algumas informações sobre como apostar com segurança

Conheça seus limites Financeiros

O primeiro passo para fazer apostas com segurança, estabeleça limites para perdas, sejam elas semanais, diárias ou mensais e defina direto no aplicativo em que você vai estar jogando. Com esses limites você consegue saber exatamente quanto vai gastar ao longo do mês. 

Encerramento temporário / auto exclusão

É possível restringir o acesso à sua conta ou excluir de forma temporária ou permanentemente o acesso às apostas esportivas. Nesse caso, você deve entrar em contato com a empresa e avisar a sua decisão. Essa é uma forma de reduzir os gastos de alguma forma se você não está jogando com frequência ou acredita que os jogos estão atrapalhando a sua rotina. 

Coloque algumas regras para manter o controle

Para evitar que você transforme o jogo em algo prejudicial a sua vida, é preciso manter o controle de alguns hábitos durante as apostas, por isso, selecionamos alguns pontos para se atentar durante as partidas:

  • O jogo deve ser feito com moderação e realizado como uma forma de entretenimento e não como uma maneira de ganhar a vida;
  • Evite perseguir perdas;
  • Jogue apenas quando puder cobrir as perdas;
  • Acompanhe o tempo e monitore a quantia que gastou.

Precisa de ajuda? Use a funcionalidade de limites de perda para ajudá-lo a controlar o valor que pode gastar. Eles podem ser acessados no painel de configurações do jogo e se tiver dificuldades entre em contato com o atendimento ao cliente. 

Disponibilidade de tempo

Um dos sinais mais fortes do vício em jogo é o tempo gasto com a atividade, uma coisa é acessar um site de jogos online para fazer uma aposta, outra é passar duas ou três horas em uma mesa de pôquer, outra é passar dias e dias na frente do computador ou celular sem ter um convívio social e saber a hora de parar. 

Descumprimento das obrigatoriedades

Se você começar a tirar o seu dinheiro da poupança ou até mesmo descumprir obrigações como conta de água, luz ou aluguel para apostar é um dos sinais que você pode estar com problemas, por isso, jamais descumpra suas obrigações para fazer apostas em jogos

Identificando Comportamentos de Risco

Como já sabemos, apostar dinheiro é algo sério, e por isso precisa de atenção e uma certa experiência, por isso, muitas vezes jogar de forma compulsiva pode trazer marcas permanentes na sua vida pessoal, profissional e até mesmo social, e por isso, listamos alguns comportamentos prejudiciais que todos os apostadores devem evitar, confira:

  • Apostar sem parar, ultrapassando os limites financeiros que estabeleceu no início da partida;
  • Sentir-se mal, ansioso e preocupado quando não está apostando ou pensa em parar de apostar;
  • Tentar parar de apostar e não conseguir;
  • Preocupar demais em jogar;
  • Jogar durante episódios de depressão, angústia e ansiedade;
  • Voltar a apostar após perdas somente para tentar recuperar o prejuízo imediato;
  • Não falar abertamente sobre seus comportamentos com o jogo.
  • Prejudicar suas relações laborais, familiares, financeiras e amorosas por estar envolvido com apostas;
  • Pedir dinheiro emprestado para cobrir perdas com apostas ou para seguir apostando.

Se você identificar qualquer um desses pontos e comportamentos de risco acima, pode ser que você esteja com problemas e o ideal é procurar ajuda para evitar que esses hábitos te levem à falência. Recorra à ajuda de familiares e amigos que possam te dar um suporte afetivo e se mesmo assim perceber que não está melhorando, procure aconselhamento profissional.

O psiquiatra é o profissional mais adequado para promover o tratamento do vício de apostas e isso porque ele consegue identificar se você está com o transtorno do jogo compulsivo que é basicamente problemas para parar de jogar com consciência e responsabilidade e geralmente é uma doença que aparece em conjunto com outros distúrbios. 

Confira abaixo alguns contatos úteis para você entrar em contato se estiver sofrendo com algum desses problemas e precisar de ajuda. Algo essencial nos tratamentos, é o convencimento do apostador de que está viciado e que precisa de ajuda, pois sem estar com essas informações claras, as chances de um tratamento falho são altas. 

Jogadores Anônimos

  • Site: https://jogadoresanonimos.com.br/
  • E-mail: [email protected]
  • Telefone do Rio de Janeiro: (21) 2516-4672
  • Telefone de São Paulo: (11) 3229-1023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *